A Família – Guerreiros do Arco-Íris

por Denis Vejas

O “Rainbow Family” é um movimento anarquista, utópico e de carácter “new age”, cujos membros se juntam durante os denominados “Rainbow Gatherings”.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE Espanha.

A primeira vez que ouvi falar dos “Rainbow Family Gatherings” foi há cerca de oito anos. Enquanto andava a viajar pela Europa, apanhei boleia de um grupo de hippies italianos que me falaram deste encontro anual, que decorre sem quaisquer regras específicas e sem trocas comerciais que envolvam moeda.

Ao início foi complicado encontrar informação online sobre o evento, mas acabei por encontrar um site, bastante básico, apesar de colorido, que anunciava que o próximo “Rainbow Gathering” europeu se iria realizar na Lua Nova de Agosto de 2008, algures na Sérvia. Os convites iriam ser enviados por e-mail, assim que a localização exacta fosse definida. Subscrevi a newsletter de imediato.

Cerca de duas semanas antes da tal Lua Nova, recebi um anexo num e-mail. Era a digitalização de um postal, com um mapa desenhado à mão, coberto de motivos psicadélicos florais, corações e as palavras: “Bem-vindo a Casa”.

No “Rainbow Regional Russian Gathering”, em Karelia, em Agosto de 2011

O “Rainbow Family” é um movimento anarquista, utópico e de carácter “new age”, cujos membros se juntam durante os denominados “Rainbow Gatherings”. Não há bilhete de entrada, não há uma hierarquia e nenhuma empresa organizadora por trás das reuniões. Toda a gente é responsável por planear e montar o evento – encontrar o local, cozinhar, fornecer material de primeiros-socorros e ainda assegurar a paz.

Os custos são cobertos pelas doações dos participantes, que passam os dias a dar e a assistir a workshops, a dançar, meditar, sentados em círculos de aconselhamento, círculos femininos, ou círculos de percussão, a praticar yoga, tantra, ou a experimentar drogas psicadélicas.

O Rainbow World Meeting, na Guatemala, em Novembro de 2012

O primeiro “Rainbow Gathering” realizou-se em 1972, no Colorado, Estados Unidos da América, e reuniu mais de 20 mil pessoas. não era suposto ter sido tão grande. A ideia era que algumas pessoas se juntassem numa zona selvagem e remota durante quatro dias, para rezarem e meditarem pela paz mundial. No entanto, esse primeiro “Gathering” abriu caminho para um monte de eventos anuais que, hoje em dia, se realizam por todo o Mundo.

Habitualmente, os locais estão a pelos menos 20 ou 30 quilómetros da povoação mais próxima. Daí, os participantes têm de seguir as fitas coloridas penduradas em árvores, ou presas a pedras que indicam o caminho para o sítio escolhido. Foi exactamente assim que cheguei ao meu primeiro “Gathering”, em 2008, depois de uma caminhada de quatro horas por estradas de terra batida na Sérvia.

“Rainbow World Gathering”, na Guatemala em Novembro de 2012

Quando cheguei ao local nesse dia, as boas-vindas foram ligeiramente esmagadoras. Pessoas semi nuas, outras completamente nuas, vieram ter comigo para me abraçarem e dizerem que me amavam. Um grupo de hippies cantava canções Krishna, enquanto outros dançavam ao som de tambores e alguém me ia passando charros.

No meu primeiro “Gathering”, bem como nos outros que se seguiram, conheci hippies tradicionais e nómadas, padres russos alcóolicos, anarquistas hardcore, hackers, profetas auto-proclamados, encarnações de figuras religiosas proeminentes e artistas de todos os géneros. Todos de mãos dadas em círculos.

Tirei estas fotografias entre 2011 e 2014, em “Rainbow Gatherings” realizados no México, Guatemala, Rússia e Marrocos.

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Rainbow Regional Moroccan Gathering”, Azilal, 2010

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Global Rainbow Gathering”, Palenque, México, Dezembro de 2012 e Janeiro de 2013

“Rainbow Regional Russian Gathering”, Karelia, Agosto de 2011

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Global Rainbow Gathering”, Palenque, México, Dezembro de 2012 e Janeiro de 2013

“Rainbow Regional Mexican Gathering”, Oaxaca, Março de 2013

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Rainbow Regional Mexican Gathering”, Oaxaca, Março de 2013

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Rainbow Regional Mexican Gathering”, Oaxaca, Março de 2013

“Rainbow Regional Mexican Gathering”, Oaxaca, Março de 2013

“Rainbow Regional Mexican Gathering”, Oaxaca, Março de 2013

“Rainbow World Gathering”, Guatemala, Novembro de 2012

“Rainbow Regional Mexican Gathering”, Oaxaca, Março de 2013